Versão em Português English Version
Associação de Educação Financeira do Brasil

YouTube Vimeo Facebook Twitter

Associação de Educação Financeira do Brasil

Estadão: Quando ensinar finanças entra na conta

Sustentabilidade e ética também cabem na educação financeira; segundo a BNCC, abordagem deve incluir aspectos culturais e psicológicos

Por Luciana Alvarez, especial para o Estadão

Leia a matéria completa clicando aqui.

Em um momento de crise econômica, questões ligadas à educação financeira têm se mostrado urgentes. Mas não é de hoje que as escolas começaram a incluir o tema em seus currículos. Com a sociedade buscando cada vez mais colégios que preparem os estudantes não apenas para provas e vestibulares, mas também para a vida, tem crescido o espaço que as instituições dão à temática.  

Faz quatro anos que o Colégio Franciscano Pio XII decidiu tratar do assunto na disciplina Prevenção e Cidadania, que aborda sobretudo questões socioemocionais. “A gente queria entrar na educação financeira pela cidadania e pela sustentabilidade”, conta Patrícia Heidrich Prado, psicóloga e docente responsável pelo tema na escola. Estudantes que passam por esses aprendizados podem ter mais facilidade para ter uma vida financeira saudável no futuro, mas há consequências imediatas. “O principal é aprender a gerir o dinheiro próprio, a mesada, e fazer economia. A gente discute muito sobre compra por desejo ou por necessidade, por exemplo”, cita.

 


Associação de Educação Financeira do Brasil
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1461 – 2º Andar/ Conjunto 21 – Torre Sul – Jardim Paulistano – São Paulo (SP) - CEP 01452-002
Tel. + 55 (11) 3186 6982
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.